18/03/2021 às 12h38min - Atualizada em 11/04/2021 às 12h38min

Profissionais de educação física denunciam na polícia atividades no Gigantão

https://araraquaraagora.com/2021/03/18/profissionais-de-educacao-fisica-denunciam-na-policia-atividades-no-gigantao

No começo da moção de repudio e protesto emitida, o grupo diz que a nota emitida pela Prefeitura de Araraquara, junto da Secretaria de Esportes e Lazer/Fundesport, “lamentavelmente falta com a verdade ao informar que
somente equipes de alto rendimento estão treinando na academia do sub-solo do Gigantão, e que todas as equipes de competição são reguladas por Federações e Confederações”. 

Segundo o grupo, são dez modalidades que utilizam o Gigantão em Araraquara, sendo que sete seriam incorretas. “Outra situação que agrava a ausência da verdade exposta pelo poder público municipal, é afirmar que que o Plano São Paulo autoriza tal prática, uma vez que o Decreto Estadual evidencia que Araraquara está na fase vermelha e Esportes – Eventos coletivos e profissionais e amadoras suspensos”, argumenta o GPFAR. 

Na moção emitida pelos profissionais, existem trechos que destacam que eventos profissionais e coletivos estão suspensos na Fase Emergencial do Plano São Paulo e proibições do atual decreto em Araraquara quanto ao funcionamento de academias de esportes de todas as modalidades. Além disso, o documento também aponta que o Executivo de Araraquara vedou o acesso de cidadãos aos parques e praças municipais, assim como proibiu a realização de eventos esportivos competitivos de qualquer modalidade e espécie de esporte. 

Ainda de acordo com o grupo, “afronta a realidade dos fatos a falsa afirmação sobre a testagem dos atletas, que
não estão sendo testados periodicamente”. Os profissionais de educação física ainda concluem. “Os atletas ao fazer uso da academia no subsolo do Gigantão estavam em plena aglomeração sem fazer uso adequadamente de mascaras, com fotos exibidas nas redes sociais, comprovando o descaso com as normas sanitárias, cabendo medidas severas semelhante aplicada com os empregadores do ramo de academias”. 

Denúncia na polícia

A moção de repúdio emitida pelo Grupo dos Profissionais de Educação Física de Araraquara e Região (GPFAR) deixa claro que foi realizado uma denúncia na Delegacia de Polícia. “Além de promover a queixa crime no plantão do 3º DP – Delegacia de Polícia coma devida comprovação dos fatos, o CREF 4 – SP, será informado para que seja avaliada a conduta do responsável técnico da academia do Gigantão”. 

O que diz a Prefeitura de Araraquara sobre o Gigantão

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer/Fundesport informa que as equipes de alto rendimento estão mantendo seus treinamentos, já que o Plano São Paulo autoriza tal prática. As equipes de competição são reguladas por Federações e Confederações que têm seus protocolos próprios.

Vale destacar, que os atletas seguem todas as medidas de segurança para conter a Covid-19, sendo testados regularmente. O decreto municipal, publicado em acordo com decreto estadual que estabelece a fase vermelha em todo o estado de São Paulo, proíbe eventos esportivos, mas não o treinamento das equipes de alto rendimento, como já esclarecido, já que os campeonatos continuam ocorrendo em nível nacional.

Destaca-se ainda que apenas algumas modalidades frequentam atualmente a academia do Ginásio de Esportes Castello Branco, o Gigantão, em Araraquara, a qual é de uso exclusivo dos atletas das equipes de alto rendimento.
Muitos desses atletas utilizam a academia e a fisioterapia quando em fase de recuperação, não podendo interromper seus tratamentos.

Por fim, a Prefeitura informa ainda que as atletas que não cumpriram as normas da vigilância epidemiológica irão responder administrativamente.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »