06/05/2020 às 20h42min - Atualizada em 06/05/2020 às 20h46min

Arrecadação de Araraquara tem queda de R$ 8,5 milhões em abril

Por Rian Fernandes

Uma queda de arrecadação de R$ 8,5 milhões foi registrada pela Prefeitura de Araraquara durante o mês de abril. A diminuição foi impactada pela pandemia do coronavírus e as principais diferenças nas receitas foram de impostos municipais e transferências do estado e união.

Conforme informado pela Secretaria de Gestão e Finanças da cidade para o portal Araraquara Agora, a arrecadação prevista era de R$ 60 milhões, no entanto apenas R$ 51,50 milhões foram coletados. As principais diferenças foram das receitas de impostos municipais e transferências do estado e união, em que a previsão de arrecadação era de R$ 43.700.000,00, enquanto foram recebidos R$ 34.306.000,00, ou seja, uma diferença de 9.394.000,00.

Entre os impostos mencionados estão o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto s/Transmissão Inter Vivos Bens Imóveis (ITBI), Imposto s/Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN), Dívida Ativa, Cota-Parte do ICMS, Cota-Parte do IPVA, Transferências do FUNDEB, Cota-Parte do FPM e outras taxas.

Mesmo com a queda na arrecadação, a Secretaria de Gestão e Finanças ressaltou que o pagamento dos servidores está garantido e que o pagamento de abril seria efetuado nesta quarta (6).

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Araraquara comunicou que medidas administrativas estão sendo tomadas “para que o município passe por esse momento tão difícil”. De acordo com as informações que o Araraquara Agora teve acesso, houve uma redução de gastos em diversas áreas, principalmente nas despesas correntes. Além disso, foram feitas suspensões de alguns contratos que, atualmente, são vistos como não essenciais. 

Vale lembrar ainda que como destacou a assessoria de imprensa, a Prefeitura e o Daae reabriram o Refis (Programa de Refinanciamento) com 100% de desconto sobre correção, juros e multa, atuando assim na arrecadação da Dívida Ativa. 

O Araraquara Agora também conseguiu dados sobre os repasses recebidos vinculados ao combate da COVID-19, registrados até a noite de segunda (5). Confira na seguinte tabela: 

Ministério da Saúde R$ 5.608.974,10
Secretaria de Estado da Saúde R$ 2.119.952,00
Ministério Público do Trabalho/Justiça do Trabalho R$ 1.434.468,60
Ministério Público Estadual/Justiça Estadual R$ 2.459.865,75
Justiça Federal R$ 121.325,00
Doação de Pessoas Jurídicas R$ 101.680,00
Doação de Pessoas Físicas R$ 2.310,00

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »