03/01/2022 às 18h10min - Atualizada em 03/01/2022 às 18h10min

Edinho Silva anuncia novas medidas após explosão de casos da Covid-19 em Araraquara

Veja quais serão as medidas e como irão funcionar!

O prefeito Edinho Silva (PT) anunciou no começo da noite desta segunda-feira (3) novas medidas que serão tomadas para tentar enfrentar o crescimento da contaminação do coronavírus em Araraquara. Um pronunciamento do petista foi feito por meio das redes sociais e alcançou milhares de pessoas. 

Leia também: Transporte público ficará mais caro em Araraquara 

Durante a tarde a prefeitura de Araraquara já havia confirmado que o Comitê de Contingência do Coronavírus faria uma reunião para tomar novas medidas. E, segundo o prefeito, depois de muita análise baseada na ciência, foram deliberadas medidas consideradas importantes para enfrentar o crescimento da contaminação por coronavírus em Araraquara. 

A primeira anunciada por Edinho Silva se refere ao aumento das equipes de bloqueio. Os grupos de trabalho serão dobrados, passando de oito para 16, já a partir desta terça-feira (4). As equipes de bloqueio são aquelas que monitoram os contaminados diretamente nas residências, inclusive o cumprimento da quarentena. 

A prefeitura também estará mantendo as equipes de visita domiciliar para acompanhar aquele paciente que tem um agravamento dos sintomas, mas sem necessidade de internação. Os grupos de visita também estarão nas casas de repouso, com o objetivo de evitar um surto entre os idosos. Além disso, equipes também serão mantidas em locais onde as pessoas ficam confinadas, como a Fundação Casa, penitenciária e outros. 

A testagem na Praça Santa Cruz vai retornar, a partir de quarta-feira (5). Das 7h às 10h serão distribuídas 150 senhas e durante a tarde, das 13h às 17h30, serão mais 150 senhas no TCI (Terminal Central de Integração).

O atendimento em quatro unidades básicas será ampliado: pessoas com sintomas serão atendidas das 17h às 20h nas unidades de saúde do Santa Angelina, Selmi Dei I, Cecap e Jardim Paulistano. O objetivo é melhorar as condições de atendimento das pessoas que estão, justamente, com manifestação dos sintomas e querem saber se estão contaminadas ou não. 

Com a testagem na Praça de Santa Cruz e no TCI, espera-se que a UPA da Vila Xavier seja desafogada. "Vamos aumentar a testagem. Vamos encontrar o contaminado e vamos fazer o bloqueio do contaminado", assegurou o prefeito. 

O prefeito de Araraquara também disse que parte do aumento na procura por atendimento na UPA da Vila Xavier são de pessoas que possuem planos de saúde, mas que não são testadas por eles. "Uma parte grande desse aumento de demanda são de pessoas, inclusive, que tem plano de saúde. [...] nós precisamos de colaboração dos planos de saúde. Quem está testando em Araraquara é só o serviço público", apelou Edinho Silva. 

Além das medidas já mencionadas, o prefeito garantiu que a vacinação será intensificada. "A prefeitura vai seguir a ciência. Nós não vamos tomar nenhuma medida drástica enquanto a ciência e a medicina não nos cobrar", salientou Edinho. 

Sobre as medidas que impactam as atividades econômicas, como um isolamento mais rígido, Edinho Silva mencionou que tomará decisões caso seja necessário, o que não é o momento atual. "Não temos nenhum risco de colapso em nosso sistema de saúde", esclareceu. Para ele, é preciso atualmente tomar mais cuidado.

"A imensa maioria dos casos que estamos encontrando positivados são de pessoas que não tomaram cuidado. Que participaram de festividades neste fim de ano não tomando cuidado. [...] É preciso que a população tome consciência. Use máscara! Higienize as mãos!", ressaltou. 

A Ômicron

A ômicron também foi mencionada pelo prefeito de Araraquara durante o pronunciamento feito. Segundo ele, a nova variante da Covid-19 é a responsável por ter aumentado a contaminação em Araraquara.

Conforme apresentado, no dia 31 de dezembro foram 86 novos casos da doença. Enquanto isso, no dia 1 de janeiro foram 192 registros. No dia 2 de janeiro, 122 pessoas positivadas. E hoje, 189 confirmações. "A imensa maioria já é contaminação gerada pela ômicron", explicou Edinho Silva. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »