04/01/2022 às 16h38min - Atualizada em 04/01/2022 às 16h38min

Total de pessoas em quarentena cresceu quase 500% desde o Natal em Araraquara

Pouco mais de cem araraquarenses estavam isolados no Natal em Araraquara

Total de pessoas em quarentena cresceu 492% desde o Natal em Araraquara - Foto: Rian Fernandes/Araraquara Agora
Aproximadamente 492%. Este foi o crescimento, desde o Natal até hoje (4), do número de pessoas em isolamento por conta da Covid-19 em Araraquara. A apreensão com a chegada do fim de 2021, tendo Natal e outras confraternizações, agora se tornou um sinal de atenção diante da explosão de casos da Covid-19 na Morada do Sol. 

No dia 25 de dezembro de 2021, data conhecida pelo Natal, a Morada do Sol tinha 118 pessoas em quarentena por conta da Covid-19. De lá pra cá a quantidade de isolados contaminados com a doença aumentou e atualmente é de 699 araraquarenses, um crescimento de 492%. 

Outra atenção também vale para o total de confirmação de casos nos últimos dias. Desde o Natal foram 936 novas confirmações da doença, sendo 661 somente dos quatro primeiros dias de 2022. E como a procura por atendimento nas redes particular e pública de saúde só cresce, a expectativa é para que o total de positivações e pessoas em isolamento aumente ainda mais. 

Filas de pessoas se formam por atendimento na UPA da Vila Xavier, tanto é que a prefeitura de Araraquara anunciou medidas que vão ampliar o atendimento e testagens em outros espaços para tentar desafogar a unidade. Além disso, a rede particular também registrar um aumento de pacientes. Na Unimed Araraquara, por exemplo, pessoas também aguardam horas para serem atendidas. 

Apesar do aumento de casos da Covid-19 na cidade, regras rígidas que causam impacto direto na economia da cidade parecem estar longe de serem implantadas na cidade. Pelo menos foi o que assinalou o próprio prefeito de Araraquara, Edinho Silva. Segundo ele, ainda não há necessidade visto que não existe risco de colapso no sistema de Saúde. Vale lembrar que a Morada do Sol decretou lockdown quando sofria com a falta de leitos para pacientes, o que atualmente ainda não é a realidade. 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »