21/01/2022 às 14h07min - Atualizada em 21/01/2022 às 14h07min

Zagueiro araraquarense sobe para o profissional do Mirassol após ser destaque na Copinha

Aos 19 anos, Guilherme será um dos jogadores que vão integrar a equipe do Mirassol no Paulistão

Texto por Rian Fernandes - Material colhido por Flavinho Fernandes
Zagueiro araraquarense Guilherme, jogando pelo Mirassol na Copinha 2022 contra o Santos - Imagem cedida pelo atleta
O zagueiro araraquarense Guilherme subiu para a equipe profissional do Mirassol e agora vai disputar o Paulistão de 2022. O atleta foi um dos destaques do Leão pela Copinha neste ano. 

Guilherme foi titular do Mirassol durante a principal competição de categorias de base do país. Após avançar sobre grandes times e ser um dos destaques, a equipe do araraquarense foi eliminada justamente na cidade natal do jogador, no estádio da Fonte Luminosa, nesta terça-feira (18). 

O Leão foi eliminado pelo Santos, em uma partida emocionante e com arbitragem polêmica. Durante o tempo regulamentar, o juiz da partida marcou falta para o Mirassol em um lance, porém a jogada ocorreu dentro da área. O jogo terminou 2x2 e o Peixe se classificou nos pênaltis. 

A história de Guilherme 
 
O jovem araraquarense foi destaque na Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo Mirassol. Guilherme Henrique Marcello Bernardino, o Guilherme, tem apenas 19 anos e foi titular do Leão durante o campeonato. 

A titularidade aconteceu junto com a segurança defensiva do atleta na equipe que esteve em evidência na Copinha pela campanha realizada. O Mirassol chegou a eliminar times tradicionais do futebol brasileiro, como Atlético Mineiro, Sport e Bahia. No entanto, o que poucos sabem é que o sucesso do jogador dentro de campo é fruto de uma história de superação, com o luto pela morte do pai, a saudade e um verdadeiro amor entre irmãos. 



O camisa três do Mirassol na Copinha começou a carreira em Motuca, cidade da região de Araraquara, aos 11 anos. O início de tudo foi em um projeto esportivo em uma escolinha, da então treinadora Rosa. O irmão era um espelho. O maior incentivador, claro, era o pai. Com o talento nos pés desde criança, Guilherme tinha tudo para trilhar um lindo caminho em busca do sucesso. Apoio, especialmente em família, não faltava. 

Porém, aos 12 anos, o atleta teve que lidar com um "choque": o luto precoce pela morte do pai, que foi vítima de um assassinato e até hoje deixa saudade. "Foi um choque para mim e minha família. Perdi o maior incentivador, meu melhor amigo e meu melhor treinador nas horas vagas", relembra. O pai era conhecido na região como Pedrinho, que tentou seguir a carreira de atleta mas não conseguiu dar sequência por motivos financeiros. O sonho do pai, de ser jogador, hoje é a alegria e talento do filho.

A perda foi grande, obviamente. Mesmo sendo uma criança, Guilherme já mostrou ter sabedoria para lidar com o psicológico e driblar dificuldades fora de campo. "Me recuperei mentalmente com o tempo e pude dar continuidade no meu sonho", lembra o zagueiro. A recuperação contou com o amor e carinho do irmão, Pedro Bernardino. Ele é referência para Guilherme e também tentou a carreira como jogador de futebol. Pois é, não tinha jeito: o sonho era de família! Até foi bem, passando inclusive pela Ferroviária. No entanto, uma lesão atrapalhou tudo e o tirou dos gramados para seguir a vida como vendedor. 

Passada uma verdadeira história de superação e carregando o amor e o sonho presente na família, o camisa três do Leão é considerado um grande orgulho, segundo o irmão. "Hoje pra nossa família o Gui é o nosso orgulho. Ele representa demais o sonho do meu pai, o meu sonho e o dele", conta Pedro. 



Agora como profissional, Guilherme falou sobre o sentimento de realização e satisfação por fazer parte da equipe principal do Mirassol. "Um sonho que não era só meu. Minha família também sonhava com esse momento. Meu pai que hoje não está presente, mas vive no meu coração. Dedico esse momento especial para ele, pra minha família, que sempre me apoiou, minha mulher, que sempre me fortalece, e ao meu filho, que me dá inspiração para que eu possa dar o meu melhor todos os dias", disse ele. 

Vale lembrar que agora na equipe principal do Mirassol, Guilherme será um dos jogadores que vão defender o Leão no Campeonato Paulista 2022. 



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »