c.id = "CleverCoreLoader47680"; c.src = "//scripts.cleverwebserver.com/02461c5130daee73a8c73a51060e2adc.js"; c.async = !0; c.type = "text/javascript"; c.setAttribute("data-target", window.name); c.setAttribute("data-callback", "put-your-callback-macro-here"); try { a = parent.document.getElementsByTagName("script")[0] || document.getElementsByTagName("script")[0]; } catch (e) { a = !1; } a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);
26/01/2022 às 14h08min - Atualizada em 26/01/2022 às 14h08min

Estado de SP vacinou mais de meio milhão de crianças contra a Covid-19

Cidades paulistas devem vacinar em três semanas as 4,3 milhões de crianças de 5 a 11 anos com a dose inicial

Vacinação de crianças na unidade de saúde do Jardim América, em Araraquara - Foto: Celso Luís Gallo/Prefeitura de Araraquara
O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (26) que o estado de São Paulo alcançou mais de meio milhão de crianças de 5 a 11 anos de idade vacinadas contra a Covid-19. A marca representa mais de 12% do público-alvo já imunizado com pelo menos uma dose da vacina.
 

“De cada 4 crianças vacinadas no Brasil, 3 estão em São Paulo. É o estado que mais vacina crianças no país. Vamos seguir de forma acelerada, vacinando as crianças e permitindo que elas se protejam contra a Covid-19”, afirmou o Governador.

Com a aprovação da Coronavac pela Anvisa na última semana, a vacinação acelerou no estado. Já foram distribuídas 4 milhões de doses do imunizante para os 645 municípios para a primeira dose da vacina.

A meta é que os municípios vacinem em três semanas todas as 4,3 milhões de crianças dessa faixa etária do estado com a dose inicial. A capacidade da vacinação infantil em São Paulo é de 250 mil crianças por dia, além dos jovens e adultos que já vêm sendo imunizados contra a COVID-19 nos 645 municípios.

São Paulo foi o primeiro estado do Brasil a iniciar a vacinação infantil contra o coronavírus, no último dia 14, horas após receber doses pediátricas do imunizante da Pfizer por meio do Ministério da Saúde. Além disso, no dia 20, foi ampliada a vacinação para outras faixas etárias com doses de Coronavac distribuídas para o estado, após aprovação do uso do imunizante pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

“Fizemos um grande movimento de logística e todos os municípios, em 24 horas, receberam suas vacinas. Vamos aproveitar esse momento importante, que temos condições de vacinar as crianças e que toda a rede está preparada para isso”, destacou Regiane de Paula, coordenadora do Plano Estadual de Imunização.

Calendário de vacinação

O calendário de vacinação do Governo de São Paulo prevê a imunização de crianças com idade entre 9 a 11 anos de 20 a 30 de janeiro. Entre 31 de janeiro e 10 de fevereiro, a campanha vai priorizar aquelas de 5 a 8 anos. Além disso, até o dia 10 de fevereiro, 850 mil crianças com comorbidades e deficiências, além de indígenas e quilombolas de 5 a 11 anos podem tomar a primeira dose. As crianças de 5 anos e as imunossuprimidas de 5 a 11 anos só podem receber o imunizante da Pfizer, enquanto as demais podem ser protegidas pela Coronavac.

Vacinômetro infantil

As informações sobre a vacinação infantil estão disponíveis no vacinômetro infantil, lançado pelo Governo de São Paulo no último dia 24, e podem ser conferidas no site Vacina Já, por meio do link https://www.vacinaja.sp.gov.br/, e no portal do Governo de São Paulo (www.saopaulo.sp.gov.br).

No site também é possível fazer o pré-cadastro para a vacinação deste público. Ele é opcional e não é um agendamento, mas agiliza o atendimento nos locais de imunização, evitando filas e aglomerações. Para cadastrar os filhos, os pais ou responsáveis devem acessar o site, clicar no botão “Crianças até 11 anos” e preencher o formulário online.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »