15/03/2020 às 13h13min - Atualizada em 15/03/2020 às 13h14min

Bancos públicos devem oferecer créditos mais baratos por causa do coronavírus

Por Lucas Pordeus Léon O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal vão oferecer crédito e soluções para empresas que precisarem de recursos por causa da crise econômica causada pela pandemia do coronavírus. Só a Caixa vai disponibilizar R$ 75 bilhões. Segundo o presidente da estatal, Pedro Guimarães, os recursos poderão ser usados para três finalidades. “Nós temos R$ 30 bilhões para compra de carteira de bancos médios, se precisar, até hoje não precisa. O segundo ponto são R$ 40 bilhões para segmento de capital de giro, que é a parte imobiliária e muito focado também em pequenas e médias empresas. E o terceiro são R$ 5 bilhões na parte de crédito agrícola”. Já o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, disse que os recursos que poderão ser emprestados vão depender da demanda dos clientes, mas que o foco são as pequenas e médias companhias e, principalmente, para ajudar no capital de giro das empresas, para que os serviços permaneçam funcionando. Outra medida que pode ser adotada é o rolamento de dívidas enquanto durar a pandemia. O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o Banco Central tem monitorado o sistema financeiro que, segundo o ministro, está preparado para o impacto econômico causado pelo coronavírus. “Na avaliação do Banco Central do Brasil é que tem muita munição, e a crise não ameaça a estabilidade do sistema financeiro brasileiro. E à medida que os impactos vão chegando, vamos neutralizando”. Guedes lembrou que o Banco Central já liberou os bancos de aplicarem R$ 135 bilhões em depósitos compulsórios, dinheiro que as instituições financeiras são obrigadas a reservar como colchão para crises.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »