24/04/2020 às 12h09min - Atualizada em 24/04/2020 às 12h09min

Sérgio Moro pede demissão e deixa governo de Jair Bolsonaro

Sérigo Moro não é mais ministro da Justiça e Segurança Pública. O ex-juiz pediu demissão no final da manhã desta sexta-feira (24) em Brasília após a demissão, por Jair Bolsonaro, do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo. Moro ficou um ano e quatro meses ao de Bolsonaro. Durante a coletiva em que anunciou sua saída, Moro afirmou que não era contra a saída de Valeixo. "Presidente, eu não tenho nenhum problema em troca do diretor, mas eu preciso de uma causa, um erro grave", disse Moro, dando a entender que isso não aconteceu. Moro foi além e afirmou que a intenção do presidente é usar a Polícia Federal a seu favor."O presidente me disse que queria colocar uma pessoa dele, que ele pudesse colher informações, relatórios de inteligência. Realmente, não é papel da PF prestar esse tipo de informação", acusou o agora ex-ministro. Ao fazer um longo resumo sobre seu tempo a frente da pasta Moro lembrou que aceitou o convite para ajudar o país a se livrar da corrupção e da criminalidade, mas que para isso, precisava de autonomia. "Foi me prometido na ocasião carta branca para nomear todos os assessores, inclusive nos órgãos judiciais, como a Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal", disse o agora ex-ministro.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você concorda com as medidas adotadas por Manoel em Boa Esperança do Sul?

42.4%
0.3%
56.0%
1.4%

Você é favorável a um novo lockdown na cidade de Araraquara?

52.7%
47.3%
0.0%
Fale pelo Zap
Atendimento
Oi, eu sou Willian Oliveira. Precisa de ajuda? Aqui você pode sugerir pauta, falar com nosso departamento comercial, estamos a sua disposição