Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
28/09/2021 às 15h39min - Atualizada em 28/09/2021 às 15h39min

Trabijuenses vão às urnas neste domingo para decidir futuro da cidade

Cidade vive indefinição desde a eleição do ano passado, quando ex-prefeito teve candidatura indeferida

Por Rian Fernandes
Escola Alfredo Evangelista Nogueira, em Trabiju - Rian Fernandes/Araraquara Agora

Enquanto as cidades da região já estão com prefeitos definidos desde o ano passado, moradores de Trabiju ainda terão que escolher quem irá administrar a cidade pelos próximos anos. Os trabijuenses vão às urnas neste domingo (3) para votar entre duas candidaturas que concorrem pela vaga na prefeitura municipal.
 

Claudia (PV) e Marcelo Fonseca (DEM) concorrem para o cargo de prefeito na cidade. Ambos têm como vice Cido Bitar (PV) e João Francisco (PSDB). Claudia é casada com o ex-prefeito Maurilio Tavoni Junior e foi primeira dama do município, enquanto Marcelo Fonseca foi vereador e concorreu nas eleições de novembro de 2020. 


De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), Trabiju tem 1428 eleitores (dados de agosto de 2021), dos quais estarão aptos a votar aqueles com domicílio eleitoral no município até 6 de maio. A biometria está dispensada das eleições do dia 3.

Relembre a situação eleitoral em Trabiju 


Toda a confusão eleitoral na cidade se dá depois que Juca Tavoni venceu a eleição municipal de 2020 pelo MDB. O ex-prefeito disputou o pleito com recurso em um indeferimento de candidatura, que foi mantido pelo TRE dias após a votação. Com isso, ele não foi eleito.
 

A eleição suplementar que estava marcada para ocorrer no dia 7 de março de 2021 não aconteceu. Naquela oportunidade disputavam para assumir a prefeitura a candidata Cláudia (PV) e Marcelo Fonseca (DEM). A cidade passou por praticamente todo o período de propaganda eleitoral, mas o TRE suspendeu a eleição na última semana de campanha por conta da situação da pandemia do coronavírus na época. 

Já a eleição que estava marcada para o dia 4 de julho não chegou nem a entrar em período de campanha por conta da pandemia da Covid-19. Então uma outra data foi definida: 1 de agosto. No entanto, também acabou sendo adiada, um dia antes do período de campanha dos candidatos se iniciar.

Agora, a nova data definida para que as eleições aconteçam é 3 de outubro. Por enquanto, Trabiju é administrada por Giovani Ferro, então eleito presidente da Câmara e, consequemente, prefeito interino.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90