03/08/2021 às 14h50min - Atualizada em 03/08/2021 às 14h50min

Edinho Silva fala em "ataque da família Bolsonaro a Araraquara"

Prefeito se manifestou pelas redes sociais; Eduardo Bolsonaro também fez publicação

Por Rian Fernandes
Divulgação: Partido dos Trabalhadores
O prefeito Edinho Silva (PT) se manifestou pela primeira vez após a presença de Eduardo Bolsonaro (PSL) em Araraquara e um pedido de impeachment protocolado na Câmara de Araraquara. O líder do executivo classificou tudo como um "ataque da família Bolsonaro a Araraquara". 

A publicação foi feita pelo prefeito por meio do Twitter, em que evitou textos longos e usou poucas palavras para se manifestar. "Sobre o ataque da família Bolsonaro a Araraquara: nossa cidade se destacou no combate à pandemia por defender a ciência e a medicina. O bolsonarismo prega negacionismo e incentiva o genocídio. Só isso explica essa obsessão por nos atacar: representamos a derrota ideológica deles", escreveu Edinho Silva (PT).



A manifestação do prefeito foi a primeira depois da vinda do filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Eduardo Bolsonaro (PSL), na cidade. Na oportunidade, o deputado federal participou de um ato de distribuição de cestas básicas para entidades do município. Além disso, Eduardo também acompanhou vereadores e lideranças até a Câmara Municipal, onde um pedido de impeachment foi protocolado. 

Pelas redes sociais, Eduardo Bolsonaro também fez uma publicação sobre o assunto. "Pedi impeachment do pref.Edinho Silva/PT, ex-ministro d Dilma, baseado na compra c/ dispensa de licitação de respiradores numa empresa d cosméticos O R$ 1 milhão pago antecipadamente deve ser devolvido, determinou TCU, pois há dinheiro federal neste angu. Quem são os genocidas?", escreveu.



Nesta terça-feira (3), uma mobilização está marcada para acontecer em frente da Câmara de Araraquara, em apoio ao prefeito Edinho Silva (PT). O ato teve divulgação do Partido dos Trabalhadores e de políticos, como Fernando Haddad. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »